Melodias que enchem a alma

23 março 2007




Mil palavras de amor
Encontrei algures
Espalhadas por aí

Mas...

Nenhuma tem o calor
Nem a cor
Do que sinto

Gostava de dizer... de saber... de escrever...

Mas...

Não me saem palavras doces
Como aquelas que li
Por aí...

Mas...

Posso falar-te das saudades
As mesmas que sinto
E que tenho de ti

Mas...

Não te falo de amor
Sabes como eu sou...
Mesmo sem as palavras
Sei o teu e o meu valor

Será isto um poema de Amor?

34 comentários:

Paulo Sempre disse...

As vezes os olhos são as palavras que o silêncio não diz. Esse silêncio que se esconde...também pode ser "AMOR".

Papoila disse...

Ola, adorei todos estes Sentires,envolvi-me no poema, mergulhei no fundo das palavras com um sentido de pertença...
bjinho de algodao encantado,
Papoila Sonhadora,

su disse...

É sempre uma palvra um texto de amor, porque entrelinhas sibilantes as sílabas sussurravam o que o coração sempre quer dizer...

: )

Bejo da Teia.

sereia disse...

oi amiga cleo!
Para mostrar o amor basta um olhar, um sorriso.
Também por vezes o silêncio diz todos.
Fico contente por ti.
Beijo sprado:)
Muitas felicidades para ti que desejo do fundo coração.
sereia

Secreta disse...

É sem dúvida um poema de Amor . Belissimo , por sinal :)
Beijito.

VICIO disse...

não fales...

Fernanda disse...

Olá
Adorei!
É mesmo um poema de AMOR!
Simples...mas com muita sinceridade.

Um beijinho

SAM disse...

Amor
Um cão ladra
Eu escrevo um haiku:
Que bela gaja
Que adorável cu.
A noite cai
Eu levanto-me.
A gaja sai
Eu sento-me.
Ela perguntou: Jantamos?
Eu respondi: Ceamos?
Ela queria carne aos empurrões
Eu disse que tinha a força de dez camiões.
Ela queria amor
Mas eu disso tenho pavor.
Sam

lololololololol

beijo e bom fim de semana!

o alquimista disse...

Nasceu a manhã
Agita-se a ilha
Tanta emoção
Chegou mais um dia

Quatro palmos de terra
Cobrem estes rochedos
Sete ventos de encanto
Guardam mil segredos

Tantas são as histórias
De lendas, de aventura
Em noites de temporal
Contadas por gente pura

Gente de poucas palavras
Mas de muita convicção
Que vive cada momento
Com sincera emoção

E é com este poema que retomo o contacto após alguns dias cheio de problemas no computador…

Bom fim de semana
Doce beijo

sereia disse...

Amiga aqui estou eu novamente.
Mas desta vez é só para desejar um bom fim de semana.
beijo
sereia

rui disse...

Olá Cleo

É um poema doce, cheio de amor!
Estás sempre a surpreender!

Que tenhas um lindo fim-de-semana
Beijinho

JuvePP disse...

Olá Cleo, Não tenho dúvidas que é um poema de amor. Quem assim fala, sabe do que sente e certa estás do teu e do "valor "do outro". Existem muitos modos de dizer o mesmo, mesmo que as palavras usadas não sejam "como aquelas que" leste e isso não significa que as tuas não sejam tão válidas, tâo doces". Modéstia a parte, sabes escrever muito bem. Eu adorei o poema com uma discursividade muito tua, singular e bela. Aversativa, "mas" resultou muito bem,relçando as "saudades" que tens e sentes de quem ,e citando Camões, te cativou e te tem "cativa".
Beijinhos Bom fim de semana

Vladimir disse...

Claro que é um poema de amor....

Maria disse...

Gostei muito do seu poema de Amor! É mesmo assim diferente! Lindo de verdade! Beijinhos.

Márcia disse...

Senão fosse um poema de amor, porque teria tanto sentimento?

Beijinhos

Entre linhas disse...

Basta apenas olhar bem no fundo dos olhos, aí sim encontram-se todas as respostas.

Desejo um óptimo fim de sema com muita alegria e paz.

Beijinhos Zita

Som do Silêncio disse...

Olá Cleo!

É sem dúvida um belo poema de amor...e por sinal, lindo!

Beijo Silencioso

Klatuu o embuçado disse...

Acho que não.

kumkaneco disse...

Pelo contrário, estas palavras são doces e saem com o aroma perfeito de um belíssimo poema de Amor.

Beijos

Isto e meu...Silvia disse...

As pessoas têm estrelas que não são as mesmas.
Para uns, que viajam,as estrelas são guias.
Para outros, elas não passam de pequenas luzes.
Para outros, os sábios, são problemas.
Para o meu negociante, eram ouro.
Mas todas essas estrelas se calam.

Tu porém terás estrelas como nínguém (...)
quando olhares o céu de noite,
porque habitarei uma delas,
porque numa delas estarei rindo,
então será como se todas as estrelas te rissem!
E tu terás estrelas que sabem rir!

(Antoine de Saint-Exupéry )

Despeço-me de ti com um sorriso:)
Ate um dia... Eu voltarei.

Beijo.

mago dos sonhos disse...

Saudações!

Perfeitamente. Há dias sentidos, dias em que um peso a nossa alma carrega, dias em que as palavras escorrem do nosso ser e, da dor, transformam-se de simples letras, a uma linda poesia. Belo e relaxante fim de semana.

Sonhos Mágicos

Para Sempre disse...

Oh...se é!!!

deusa da lua disse...

ola, vim avisar que voltei a este cantinho dos blogues....beijokas

collybry disse...

Dias que muito se sente, outros à que parece que nada se sente...
Bjca

sony disse...

Olá Cleo,
perguntei-me a mim o que seria um poema de Amor?
para mim um poema de Amor é qualquer escrita rimada ou não onde as palavras verdadeiras saíram directamente da tua alma para o papel,com um fundamento: o de esvaziar o que está no coração.

Penso que tens aí um poema de Amor sem dúvida!
Celine Dion sem dúvida poderosa assim como o Amor!
Um bj Sony
Um Poderoso fim de semana para ti!

JuvePP disse...

Olá Cleo,
Só para responder à tua questão?
As almas gémeas são sonhos sonhados e porfiados. Já nos contentamos e felizes nos damos quando encontramos pedacinhos de almas gémeas.
Beijinhos, Bom Domingo

mj disse...

As palavras escritas e que resultam do nosso sentir, são sempre aquilo que nelas quisermos colocar...
Acho que ternura, carinho , amor...

"Será um poema de Amor?"
Se o escreveste para alguém, decerto essa pessoa asim o sentirá!
Isso é o que importa.
Quem lê, o sinta na partilha que se fazes com quem passa.`

Beijinhos e um :)

mj disse...

Olá!
Sempre muito agradável visitar-te!

As palavras escritas e que resultam do nosso sentir, são sempre aquilo que nelas quisermos colocar...
Acho que ternura, carinho , amor...

"Será um poema de Amor?"
Se o escreveste para alguém, decerto essa pessoa assim o sentirá!
Isso é o que importa...

Quem lê, o sinta na partilha que fazes com quem passa.`

Beijinhos e um sorriso :)

Jofre Alves disse...

Parabéns por mais este magnífico trabalho, é sempre um prazer passar aqui.

Afonso disse...

Pode ser ou não. Depende de quem o lê e do que sente essa mesma pessoa. Depende do dia, do estado de espírito, enfim, de tantas coisas.

Boa semana . . .

o alquimista disse...

PAssei para te deixar um carinho...

Plum disse...

O amor não se desdobra em palavras!apenas se sente!pelo menos eu não consigo escrevê-lo!*

mixtu disse...

te asseguro que é poema
e que é amor...
e utilizas o que a mulher utiliza...
a sedução através da simplicidade, humildade, "não sou capaz mas vou tentar" :)

hoje, sou eu que te sopro

MIGUEL GIRASSOL disse...

"todo o poema é um acto de amor"